CATAA leva Transfer2agro à FRUTUS ’17

Category:

O CATAA – Centro de Apoio Tecnológico Agro-Alimentar, de Castelo Branco, participou na feira FRUTOS – Feira Nacional de Hortofruticultura. O certame, que se realizou de 18 a 27 de agosto no Parque D. Carlos I nas Caldas da Rainha, pretendeu ser uma montra do que melhor se faz no setor hortofrutícola.

O CATAA esteve presente com um stand interativo e dinâmico a promover o projeto Transfer2agro, um projeto de demonstração e disseminação de desenvolvimento tecnológico na área da desidratação de produtos hortofrutícolas, com vista à sua valorização económica pelas empresas do setor agroalimentar. Esta participação pretendeu divulgar o projeto Transfer2agro, promovido pelo CATAA cofinanciado pela União Europeia através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, enquadrado no Programa Operacional Regional do Centro –  Centro 2020.

No passado dia 21 de agosto, o CATAA promoveu uma sessão temática junto dos atores económicos do setor nesta região, sobre o tema: “Workshop: o projeto Inov2agro; ferramenta aplicada à inovação no setor agroalimentar”. Enquadrada no projeto Inov2agro, um projeto que visa a promoção do espirito empresarial e que tem por objetivo potenciar a geração de novas ideias de negócio e a concretização de novas empresas na fileira agroalimentar, este projeto é desenvolvido em copromoção entre duas entidades com experiência na dinamização da fileira agroalimentar, o CATAA/CEi e o Inovcluster – Associação do Cluster Agro-industrial do Centro, também cofinanciado pela União Europeia através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, enquadrado no Programa Operacional Regional do Centro –  Centro 2020.

Para o Presidente do CATAA, e da Câmara Municipal de Castelo Branco, Luís Correia a presença neste certame, permitiu ” acima de tudo, e isso para nós é central, a promoção e a divulgação do investimento que as empresas tem vindo a fazer na inovação e na investigação, a par, naturalmente do sempre necessário desenvolvimento de ligações e sinergias entre empresas, centros de I&D”.

Luís Correia realçou ainda o facto de o CATAA “vir às Caldas da Rainha, mostrar como em Castelo Branco as empresas, com condições de investigação, têm criado novos produtos e acima de tudo estão a apostar cada vez mais, e já com excelentes resultados, na desidratação de produtos hortofrutícolas, daí ser essencial para a sua divulgação estarmos neste certame”.